terça-feira, 21 de setembro de 2010

CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS DA CID-10(F42):

A CID-10 estabelece os seguintes critérios para diagnóstico de TOC: 
A. Compulsões ou obsessões estão presentes na maioria dos dias, por um período de pelo menos duas semanas.
B.1) São reconhecidas como originando-se da mente do paciente e não impostas por pessoas ou influências externas;
2) São repetitivas e desagradáveis devendo estar presente pelo menos uma obsessão ou compulsão reconhecida como excessiva e irracional;
3) O paciente tenta resistir a elas, mesmo que minimamente, existindo pelo menos uma obsessão ou compulsão à qual resiste sem sucesso;
4) A vivência das obsessões ou a realização dos atos compulsivos não são prazerosos (distinguir do alívio de ansiedade).
C. Causam angústia ou interferem no funcionamento social ou individual usualmente pela perda de tempo.
D. Não são o resultado de outros transtornos mentais
OBS. Todos os critérios devem estar presentes. 
A CID-10 distingue diferentes formas de TOC (F42)* predominantemente pensamentos obsessivos ou ruminações (F42.0);
* predominantemente atos compulsivos ou rituais (F42.1);
* pensamentos e atos obsessivos mistos (F42.2);
* Outros transtornos obsessivos (F42.8);
* Transtorno obsessivo-compulsivo não especificado (F42.9)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário